Há tempos recebi a visita de um antigo colega e amigo que não via há pelo menos uns 7 anos, é bom receber a visita de amigos e reencontrar pessoas que gostamos, mas não estava à espera de ficar tão surpreendida ao reencontra-lo.

Quando o vi entrar nem parecia o mesmo, está praticamente o dobro, bastante mais gordo, tanto que quase não o reconhecia.

Quando chegou falámos sobre o que tem feito ultimamente e sobre o que deseja fazer, logo percebi que estava insatisfeito com a sua situação profissional actual e que já sabe aquilo que gosta de fazer, mas acredita que é muito difícil conseguir fazer isso então está paralisado e … Conformado.

Então decidi começar a fazer um mini-brainstorming com ele para encontrar várias soluções e possibilidades para que comece a fazer já aquilo que mais gosta (afinal é isso que faço na vida mesmo, então decidi que podia ajudar o meu amigo também, assim ele quisesse, é claro) e a resposta do meu amigo a cada ideia nova era, “mas isso é muito difícil”, “isso dá muito trabalho”, “isso acho que não consigo”, “acho que isso não dá porque…” E mais um punhado de excelentes justificações, ou deverei dizer desculpas para se auto-sabotar? 

Analisador Corporal Tanita

Quando este amigo chegou a minha casa eu e o meu companheiro (e parceiro de negócio) estávamos entusiasmados a testar o nosso novo analisador corporal que vamos utilizar nas sessões de Wellness Coaching para medir melhor os progressos dos nossos coachees e poder ajudá-los a atingir os seus objectivos de bem-estar ainda mais rápido. Depois enquanto falávamos o nosso amigo ficou curioso com o que estávamos a fazer e também quis fazer uma análise para testar o aparelho, aceitámos logo até porque ele está tão acima do peso que estávamos curiosos com os seus valores pois talvez até o pudéssemos ajudar a melhorar o seu bem-estar para além da sua questão profissional.

Depois de fazermos a análise percebemos que a situação era pior do que prevíamos, ele está realmente muito acima do seu peso (mais de 20 Kg), o seu perímetro abdominal é enorme o que indica também que os seus órgãos vitais estão envolvidos em grande quantidade de gordura, além disso a sua idade metabólica está 15 anos acima da sua idade real, o que significa que está a reduzir significativamente a sua esperança de vida, para além do risco que corre de doenças graves, como diabetes, hipertensão arterial, colesterol, cancro, AVC entre outras e estamos a falar de uma pessoa jovem, abaixo dos 35 anos de idade.

No final da análise conversámos e demos-lhe algumas dicas para melhorar o seu bem-estar desde já sem fazer grandes alterações, mas este nosso amigo dizia que já sabia que estava muito acima do peso e que tem que controlar mais aquilo que come, que toda a família já o avisou, inclusive um familiar que é médico, mas neste momento diz que se sente bem assim, que está apenas a passar uma fase complicada a nível profissional e gosta muito de comer cometendo alguns excessos que são perfeitamente conscientes, além disso quando  quiser muda isto tudo mas agora não lhe apetece porque não é o momento certo…

Também conheces alguém assim, que diz que quando quiser pára e que só ainda não o fez porque não lhe apetece? 

O maior problema desta desculpa que não passa de um grande engano é que a pessoa geralmente acredita mesmo nisto e passa a ser a maior vitima de si própria. Normalmente até é a única pessoa que acredita nisto, porque os outros já só lhe dizem que sim para verem a pessoa satisfeita, afinal já bem basta o estado em que está. Assim a pessoa envolve-se numa armadilha de um grande engano, sendo que a única pessoa que consegue enganar é a si mesmo e o pior é que porque acredita mesmo que isto é verdade vai adiando até ter a tal vontade, mas como ela tarda em chegar, às vezes já é demasiado tarde… Espero que não para o meu amigo, claro.

Eu concordo e preconizo que apenas se tivermos ligados a motivadores internos muito fortes que nos inspiram poderemos fazer mudanças sustentáveis na nossa vida. Só a força de vontade não chega, principalmente quando ela nem existe no momento. Mas não querer procurar e encontrar esses motivadores internos  que podem literalmente salvar-nos a vida agora, porque agora não é a melhor fase, para mim isto tem apenas um nome, chama-se: desistir. Desistir de si mesmo!

Sabes quanto custa realmente desistires dos sonhos e de ti mesmo?


Nunca desistas

 

Desistir de sonhar e fazer acontecer é desistir de si mesmo. Quanto é que isso nos custa efectivamente?

Na maioria das vezes quando alguém desiste de si, é porque o que está a fazer está a custar-lhes demasiado, está a ser demasiado caro. Eles sentem que “Eu simplesmente não posso continuar a fazer isso”, sentem que lhes está a custar demasiado tempo, energia, emoções, insegurança, dinheiro, está a causar dor, ou qualquer que seja o tipo de sofrimento que tenham que passar para tentar algo e não ter sucesso, o custo é demasiado elevado.  Eles desistem de fazer porque o medo de falhar, de não conseguir, de não ser suficiente, é tão grande que o preço a pagar torna-se demasiado alto, torna-se insuportável.

Eu sei bem que isto custa… Também já vivi assim em tempos, totalmente  tolhida pelo medo, quase paralisada, desistente! Felizmente percebi que é totalmente o oposto disto. Percebi que desistires de ti mesmo custa tanto, que realmente não podes imaginar o quanto e este meu amigo nem imagina ainda o quanto isto lhe vai custar…

Porque há cerca de sete anos atrás, mais ou menos na altura em que deixei de ver este amigo eu estava literalmente desistente de mim mesma e nos últimos cerca de 5 anos da minha vida eu encontro milhões de vezes que eu poderia ter desistido de mim mesma, desistido dos meus sonhos, em algum momento, em algum nível… Mas depois percebi que o preço de desistir era o custo do meu futuro e este é preço do meu amigo e é o teu preço também. Nós não podemos fazer mal as contas e contar só com as dificuldades e custos emocionais do momento atual temos de contabilizar também a dor que vamos sentir num futuro próximo ou mais longínquo.

Aquilo que pagas ao desistir de ti é o mais importante que terás algum dia, pois estarás a hipotecar o teu futuro e os teus sonhos, e esse sim é um preço demasiado alto para se pagar.

Não tivemos muito tempo para estar juntos desta vez, mas espero que o meu amigo se consiga rapidamente ligar aos seus motivadores internos que lhe irão salvar a vida e mudar completamente o seu futuro, não só melhorando o seu bem-estar, saúde e qualidade de vida, como assim também ganhar a energia que precisa para descobrir mais sobre aquilo que o apaixona e fazer tudo o que estiver ao seu alcance para viver o seu sonho e fazer aquilo que realmente gosta e o faz feliz sem medo e sem arranjar desculpas (também conhecidas como boas razões ou justificações). Ele sabe que pode contar com a minha ajuda… Mas apenas quando ele quiser.

Tu também podes, faz o que for preciso, mas nunca desistas de ti, dos seus sonhos, do seu futuro, pois é a única coisa que terás de real valor. Decide agora como queres que o teu futuro seja, visualiza o teu futuro com clareza, aquilo que desejas para ti e investe tudo o que puderes aí, garanto-te, serás recompensado com uma vida maravilhosa. Nunca, nunca, nunca desistas!

Marca agora a tua primeira Sessão de Clarificação e Amor – de HipnoCoaching agora mesmo, estou comprometida em ajudar a desenhar o seu melhor futuro e fazer da sua vida de sonho a sua realidade. O seu futuro é o seu melhor investimento. Faça-o!

Até breve, tem um dia apaixonante,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...